Um segredo desconhecido de Fulton Sheen me apresentou os Sagrado e Imaculado corações

225

Amanhã, a Igreja celebra a festa do Sagrado Coração de Jesus e, no dia seguinte, a do Imaculado Coração de Maria. Pouquíssimas pessoas sabem do significado esponsal dessas duas grandes festas.

Certamente, a devoção popular reconhece que a consumação do amor compartilhado entre esses dois corações acontece na cruz. É quando o coração de Cristo é transpassado pela lança que a profecia de Simeão – “uma espada transpassará o seu coração também” – se torna realidade. Mas poucas pessoas se dão conta que, quando Cristo diz “está tudo consumado”, na cruz, Ele está falando do seu casamento com a Igreja, que era simbolizada pela “mulher” aos seus pés.

O arcebispo Fulton Sheen resumiu o ensinamento de muitos santos e místicos quando disse:

“Nós sempre pensamos, corretamente, em Cristo, o filho, na cruz, e em sua mãe, ao lado dele. Mas essa não é a imagem completa. Esse não é o entendimento mais profundo. Quem é o nosso Senhor na cruz? Ele é o novo Adão. E onde está a nova Eva? Aos pés da cruz… Se Eva tornou-se a mãe dos viventes na ordem natural, não se torna a mulher aos pés da cruz outra mãe? E assim o noivo olha para a sua noiva. Ele olha para sua amada. Cristo olha para sua Igreja. Aqui está o nascimento da Igreja. Como Santo Agostinho destaca: ‘O noivo celeste deixa os aposentos do paraíso com o presságio das núpcias diante dele. Ele veio ao leito nupcial da cruz, um leito não de prazer, mas de dor, unir-se à esposa e consumar esta união para sempre. Por assim dizer, o sangue e a água que jorraram do lado de Cristo eram o fluido seminal espiritual.’ E assim, dessas núpcias, ‘Mulher, eis aí o teu filho’, esse é o início da Igreja.”

Cristo abriu mão de si mesmo por ela, a Igreja, sua esposa, “para que ela fosse imaculada” (confira Efésios 5, 27). O Imaculado Coração de Maria é a certeza de que o que Cristo fez na cruz teve resultado. Essas duas festas, então, celebram o fato de que o amor divino não foi somente derramado de forma perfeita a partir de um coração humano, mas também perfeitamente recebido por um coração humano e perfeitamente correspondido. O mistério nupcial é consumado! Essa é a nossa esperança! Vamos entrar nessas festas celebrando esse “grande mistério” de uma forma renovada!

_______________

Fonte: Cor Project

Traduzido por Ludmila Giacone – Membro da Rede de Missão do YOUCAT BRASIL, como Voluntária nos Núcleos de Tradução, Formação e atualmente também participa do Grupo de Estudo YOUFAMILY em Brasília – DF.

 

 

Deixe seu comentário